sexta-feira, 7 de junho de 2013

In Memoriam: Dean Martin





Dino Paul Crocetti nasceu em 7 de Junho de 1917 em Steubenville, EUA e morreu em 25 de Dezembro de 1995. Dino não será dos actores mais populares da era clássica de Hollywood, mas no que toca à versatilidade e carisma estará sempre entre os grandes. E a famosa coolness de George Clooney não é nada ao pé do verdadeiro ícone do cool, Dean Martin. Depois de ter sido pugilista, operário e funcionário de gasolineira, em 1946, a primeira parceria com o comediante Jerry Lewis, no filme My Friend Irma, deu um impulso à sua carreira artística.




Até 1957 Dean e Lewis mantiveram a dupla, mas, devido a algumas desavenças, o primeiro seguiu uma carreira a solo e um rumo diferente. Em The Young Lion (1958), ao lado de Marlon Brando e Montgomery Clift provou que poderia ser um actor dramático e o clássico Rio Bravo (1959), de Howard Hawks e protagonizado por John Wayne, mostrou-nos outra faceta do actor, no papel do pistoleiro e jogador ébrio Dude.







Seguem-se os anos do Rat Pack, nome que Lauren Baccall atribuiu ao grupo de amigos de Humphrey Bogart, mas que, nos anos 60, referia-se, sobretudo, a Frank Sinatra, Dean Martin, Sammy Davis, Jr., Peter Lawford e Joey Bishop. Ocean's 11 é um dos filmes mais marcantes dessa fase na carreira do cantor e actor, onde cabem também Bells are Ringing (1960), Something's Got to Give (1962) e Kiss Me, Stupid (1964).





Mais tarde, deu vida ao agente secreto Matt Helm numa série de filmes - The Silencers (1966), Murderer's Row (1966), The Ambushers (1967) e The Wrecking Crew (1968) que combinam acção, humor e romance.



A partir de 1965 a televisão ganhou um papel preponderante na vida de Dino, com a estreia de The Dean Martin Show, o qual, sob diferentes nomes ao longo dos anos (The Dean Martin Comedy Hour e The Dean Martin Celebrity Roasts), manteve-se no ar até 1973.
Obviamente a música foi sempre uma parte muito importante da sua carreira e há temas que ficaram eternamente ligados à sua voz, como That's Amore, You're Nobody Till Somebody Loves You, Everybody Loves Somebody e Ain't that a Kick in the Head, entre muitos outros.

Miguel Ângelo Ribeiro